A Inclusão de Pessoas com Deficiência Visual no Mercado de Trabalho

  • Rodrigo Rocha de Oliveira
  • Francisco Carlos Ribeiro
Palavras-chave: Deficientes Visuais, Inclusão, Empresas

Resumo

O presente estudo objetivo analisar a inclusão de pessoas deficientes visuais no Mercado de Trabalho, na região metropolitana de São Paulo. A inserção desses profissionais nas Empresas privadas apresenta o menor índice, para não interferir na produtividade. Desse modo, promove-se a prioridade da contratação de pessoas com deficiências físicas parciais. Porém, as Empresas têm manifestado várias dificuldades para cumprirem a Lei de Cotas, mesmo após duas décadas de sua promulgação. Diante disso, pergunta-se: por que as pessoas com deficiência visual têm tanta dificuldade para ingressar no Mercado de Trabalho se as Empresas manifestam que têm dificuldade para preencher as vagas destinadas a esse grupo específico de PCD? Os deficientes visuais sofrem com a incapacidade ao longo da vida, mesmo com a Lei de Cotas. O método utilizado nesse trabalho de pesquisa tem caráter exploratório e explicativo, de abordagem qualitativa, pois destacou as dificuldades das pessoas deficientes visuais no momento da inserção no Mercado de Trabalho. Foram seleci onadas três pessoas com deficiência visual, segundo o critério de inclusão: morar na região de São Paulo, estar trabalhando e aceitar participar da entrevista. Com apenas 1% dessa população relatando emprego em tempo integral, é importante examinar as características de reabilitação e educacionais dessa amostra para determinar os fatores que parecem ter impacto na obtenção de emprego. 

Publicado
2022-02-16