A morte assusta o sensacionalismo

O jornal Notícias Populares encara o fantasma do surgimento da AIDS (1982-1984)

  • Publicação Cruzeiro do Sul Virtual

Resumo

O presente artigo pretende analisar a cobertura que o jornal
Notícias Populares realizou sobre o surgimento e a divulgação dos
primeiros casos de AIDS, no mundo e no Brasil, durante os anos de
1982, 1983 e 1984. O periódico é possivelmente o maior símbolo do
sensacionalismo na imprensa brasileira, porém, diante do surgimento
de uma nova e mortal epidemia, o veículo mostrou-se, surpreendentemente,
bem mais ponderado de que desesperado, mais respeitoso
do que sarcástico, mais comedido do que histérico, matizando e
borrando a fronteira entre o jornalismo “sério” e o “sensacional”.

Publicado
2019-01-23
Como Citar
CRUZEIRO DO SUL VIRTUAL, Publicação. A morte assusta o sensacionalismo. REVISTA PLURI, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 147 - 160, jan. 2019. ISSN 2596-1098. Disponível em: <http://revistapluri.cruzeirodosulvirtual.com.br/index.php/pluri/article/view/41>. Acesso em: 23 out. 2019.
Seção
Artigos