Arte etiqueta e retórica

a nobreza e a santidade retratada pela cultura mineira

  • Publicação Cruzeiro do Sul Virtual

Resumo

A problemática abordada por este artigo é referente ao contexto
do surgimento da arte mineira no século XVIII, marcada pelas origens
paulistas, pela colonização portuguesa e a afirmação dos valores
católicos cristãos. As obras desse período são condicionadas pela
economia do ouro e por uma sociedade baseada em cânones aristocratas
e escravocratas. O exame da arte proposta neste momento já
nos revela os esquemas, as maneiras e os modelos da nossa época,
como também suas festas e rituais indicam sua adaptação ao novo
cenário urbano. A reflexão nos leva à reconstrução de um ideal político
e religioso, mantido e entendido pelo clero, mas também a um
imaginário sobre o poder construído pelo discurso religioso, entendido
justamente pelos seus rituais, festas e cerimônias.

Publicado
2019-01-23
Como Citar
CRUZEIRO DO SUL VIRTUAL, Publicação. Arte etiqueta e retórica. REVISTA PLURI, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 131 - 146, jan. 2019. ISSN 2596-1098. Disponível em: <http://revistapluri.cruzeirodosulvirtual.com.br/index.php/pluri/article/view/40>. Acesso em: 19 ago. 2019.
Seção
Artigos