O lazer a serviço do social no setor do comércio: institucionalização e estratégias (1945-1982)

  • Alexandre Francisco Silva Teixeira
  • Yvone Dias Avelino

Resumo

O objetivo central deste capítulo é relacionar circunstâncias políticas governamentais no Brasil entre os anos de 1945 a 1982, que ambientaram a organização do lazer aos comerciários na Cidade de São Paulo. Com perspectivas que vão desde a criação do Serviço Social do Comércio no Estado São Paulo, assim como todo o processo de suas principais contribuições aos estudos do lazer no Brasil. Estão mencionadas neste estudo algumas estratégias que fizeram da Instituição uma das principais influenciadoras na construção do imaginário do lazer na Cidade de São Paulo; que manteve o foco em ações sociais ao comerciário e prestadores de serviço desde o seu perfil inicialmente “assistencialista”, quando criado em 1946, até a sua expressão mais atual, marcada pelo viés “educativo” em suas programações. Não se pretende neste capítulo discutir o melhor lazer aos comerciários, sendo o objetivo deste estudo questionar em quais proporções a instituição contribuiu ao entendimento do lazer como um tempo de realização pessoal mesmo em diferentes momentos da política governamental.
Palavras-chave: Lazer, Serviço Social, Comerciários, Políticas governamentais, Cidade.


Abstract
The central objective of this chapter is to relate governmental political circumstances in Brazil between the years of 1945 and 1982, which influenced the leisure organization to traders in São Paulo City, considering perspectives ranging from the creation of Commerce Social Service in the State of São Paulo, as well as the entire process of its main contributions to leisure studies in Brazil. Some strategies that have made the Institution one of the main influencers in the construction of leisure imaginary in São Paulo City are mentioned in this study; which focused on social actions to traders and service providers, since from an initially "welfarist" profile, when it was created in 1946, to its most current expression, marked by the "educational" bias in its schedules. This chapter does not intend to discuss the best leisure to traders, once this study purpose is to question in what proportions the institution contributed to the understanding of leisure as a time of personal fulfillment even at different moments of government policy.
Keywords: Leisure, Social Work, Commerce, Government policies, City.


 


 

Publicado
2019-01-22
Como Citar
SILVA TEIXEIRA, Alexandre Francisco; AVELINO, Yvone Dias. O lazer a serviço do social no setor do comércio: institucionalização e estratégias (1945-1982). REVISTA PLURI, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 9-22, jan. 2019. ISSN 2596-1098. Disponível em: <http://revistapluri.cruzeirodosulvirtual.com.br/index.php/pluri/article/view/25>. Acesso em: 24 set. 2020. doi: https://doi.org/10.26843/rpv112018p9-22.